O que saber antes de abrir uma empresa

Largar o emprego e virar dono de seu próprio negócio é o sonho de muita gente. Abrir uma empresa tem sido o grande plano de carreira de muito trabalhador brasileiro. Com a instabilidade econômica do país e o consequente aumento do desemprego se tornar empreendedor também tem sido uma saída para quem não encontra novas posições de trabalho no mercado.

De acordo com o Indicador Serasa Experian de Nascimento de Empresas, o Brasil atingiu, no primeiro trimestre, o maior número de abertura de empresas nos últimos sete anos, com o registro de 581.242 companhias, o que representa um crescimento de 12,6% sobre o mesmo período do ano passado. Ainda segundo a pesquisa, também houve recorde na criação de empresas em março em relação à série histórica iniciada em 2010.

No terceiro mês desse ano, foram registrados 210.724 novos empreendimentos, quantidade que é 19,5% maior do que em fevereiro último e 14,2% acima de igual período de 2016. Na avaliação dos economistas da Serasa Experian, esse resultado se deve ao “empreendedorismo de necessidade”. Com as taxas de desemprego muito elevadas, as pessoas desempregadas acabam abrindo negócios como forma de geração de renda, sobretudo na área de serviços”, explicam os economistas.

Independente das razões e do tipo de negócio, o empreendedor precisa estar atento a muitos detalhes ao abrir uma empresa. Confira uma lista de itens importantes que a equipe da Fernandes Advogados Associados preparou.

Escolha bem seus sócios

Mesmo que você tenha uma ótima relação com seus futuros sócios, que muitas vezes são familiares ou amigos de longa data, certificar-se de que são pessoas idôneas é fundamental. Procure saber o histórico legal de quem irá enfrentar esse desafio ao seu lado, além, é claro, de sua experiência e conhecimento na área de atuação da empresa. E lembre-se: não misture seu relacionamento pessoal com o trabalho. Isso pode dificultar a tomada de decisões para gerenciar seu negócio.

Contrato social

O contrato social de uma empresa é a certidão de nascimento dela. Nesse documento estão registradas importantes informações como a divisão entre os sócios, tipo de serviços que a empresa oferece, o nome da empresa, direitos e obrigações dos sócios, entre outros itens. As juntas comerciais, local onde deve ser registrado o contrato, possuem modelos prontos deste documento, mas é recomendável o olhar de um especialista da área jurídica para a elaboração mais precisa e segura do contrato social.

Acertando na tributação

Há diferentes modelos de tributação para empresas. Para definir o melhor modelo com os impostos mais adequados, o empreendedor deve levar em conta diversos fatores como modelo de negócio, tamanho da empresa e tipo de serviço. Ter alguém que entenda do assunto ao seu lado é fundamental para quem está entrando nessa pela primeira vez.

Aconselhamento jurídico

Nos últimos anos, medidas governamentais vêm facilitando o processo de abertura de empresas e diminuindo a burocracia que empreender envolve. Ainda assim, procurar um aconselhamento jurídico é sempre recomendável, já que alguns detalhes podem escapar aos leigos. Ao buscar a ajuda de profissionais no assunto você pode ficar mais seguro e tranquilo para se dedicar às questões do negócio que dependem exclusivamente de você.